Uma pesquisa conduzida pela Oberlo revela que 81% dos compradores checam as empresas online antes de decidir pela compra.  

O que esse consumidor vai encontrar sobre sua empresa na Internet?

  • um domínio expirado?
  • um website publicado em 2012 (ou pior ainda… em 1999), com uma interface que lembra o século passado e recheado de informações desatualizadas, links quebrados?
  • um website com formato impossível de ser lido ou visualizado (para não falar da navegabilidade) pelo celular?

Esses são alguns dos problemas mais comuns que nós, compradores online, encontramos diariamente. Você com certeza já procurou por informações sobre um determinado fornecedor, observou sua reputação e leu algumas das qualificações recebidas por ele, representadas por estrelinhas amarelas no “Google Meu Negócio”.

Cuidando da reputação da sua empresa online

Se a média da empresa é menor do que 4,5 estrelas e a página dela no Google nem tem um botão “Website”, as chances desse consumidor se tornar cliente é extremamente baixa, muito perto de zero! 

Ah… e um botão “website” que direcione o visitante para a “página da sua empresa nas Grandes redes Sociais”, é a pior decisão que você pode tomar. A chance de você perder esse potencial cliente é altíssima, pois, assim que ele entrar no “Face”, irá se distrair com todos os sinos, notificações de mensagens e solicitações de “novos amigos” que o aguardam por lá. 

Pronto! Esse cliente nunca mais retorna, simplesmente porque ele nem sabe para onde retornar. Já escrevemos sobre isso e vamos repetir… quantas vezes for necessário: O website é a base de todos os esforços de marketing (digital ou tradicional) do seu negócio. 

Se a sua empresa já anuncia online de alguma forma (vendendo num marketplace como ML ou Amazon), você será perdoado por não apresentar uma loja física, com produtos expostos nas  prateleiras (loja de produtos naturais, por exemplo), ou serviços oferecidos através de representantes (digamos, uma agência de viagens), mas se a sua empresa ainda não tem um site profissional e robusto, publicado, não tem perdão. Os clientes irão procurar pelos seus concorrentes que têm. 

A escolha é muito simples. Você quer ser lembrado ou vai arriscar cair no esquecimento?